Logo SEDUR

Prefeitura vistoria estruturas de seis camarotes em Operação pré-Carnaval

O clima de Carnaval já pode ser visto e sentido por quem passa pela Barra, Ondina e Campo Grande, com a montagem das estruturas metálicas dos camarotes. Mas até que tudo esteja pronto, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) seguirá com o trabalho preventivo de fiscalização para avaliar a segurança das obras e dos equipamentos. Nesta quarta-feira (18), uma equipe com 30 agentes do órgão foi a campo para dar início à Operação pré-Carnaval e conferir de perto as instalações de seis camarotes que estão em processo de montagem no circuito Dodô (Barra-Ondina).



O clima de Carnaval já pode ser visto e sentido por quem passa pela Barra, Ondina e Campo Grande, com a montagem das estruturas metálicas dos camarotes. Mas até que tudo esteja pronto, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) seguirá com o trabalho preventivo de fiscalização para avaliar a segurança das obras e dos equipamentos. Nesta quarta-feira (18), uma equipe com 30 agentes do órgão foi a campo para dar início à Operação pré-Carnaval e conferir de perto as instalações de seis camarotes que estão em processo de montagem no circuito Dodô (Barra-Ondina).

 

Embora o foco da operação tenha sido a vistoria de estruturas tubulares dos camarotes, palcos e praticáveis, a preocupação dos fiscais com a segurança dos transeuntes também foi alvo da ação. Afinal de contas, esses locais costumam ser frequentados por diversas pessoas que praticam atividades ao ar livre. “É normal ocorrer um certo transtorno na cidade com a montagem dos camarotes. Então, é importante preservar a segurança dessas pessoas. Viemos verificar se as estruturas estão regularizadas junto à Sedur, se existem profissionais habilitados e o devido acompanhamento técnico. Além disso, as estruturas têm de estar sinalizadas e conter o guardrail de proteção”, explica o coordenador de fiscalização da Sedur, Everaldo Freitas.

 

Segurança – O órgão municipal também exige dos proprietários dos camarotes o cumprimento de normas de segurança. Dentre as regras, as estruturas terão de estar dotadas de equipamentos de proteção contra incêndio, sistema de aterramento adequado, rota de fuga, sinalizadores, balizadores e extintores. Durante todos os dias de Carnaval, os agentes da Sedur estarão em regime de 24 horas para vistoriar as acomodações.

 

Por enquanto, apenas seis camarotes passam por montagens no Circuito Dodô. No entanto, o número deverá aumentar até o início do próximo mês. Em 2016, por exemplo, foram licenciados 32 camarotes. As licenças serão concedidas até o dia 6 de fevereiro. A permissão só é liberada pelo órgão após as apresentações de anotação de responsabilidade técnica, das plantas tubulares, estruturais, arquitetônicas, além das instalações de todos os equipamentos de proteção, incêndio e pânico.

 

Entorno – As medidas protetivas alcançam em dobro o Circuito Osmar (Centro), visto que o entorno da localidade é composto por casarões antigos. Os proprietários que residem no perímetro desse circuito são notificados para que, durante o período da festa, não superlotem os imóveis e evitem abrigos debaixo de sacadas e marquises.

 

A operação também visa a preservação do espaço público, já que existem praças espalhadas nos circuitos nas quais grandes estruturas de camarotes estão sendo montadas. Os responsáveis pelas acomodações também são notificados para que, após a festa, faça-se a manutenção de tudo o que for eventualmente danificado, como passeios.

data de publicação: 18 de janeiro de 2017 - última revisão: 20/01/2017, 16:29

Av. Antônio Carlos Magalhães, 3244 - Caminho das Árvores, Edf. Emp. Thomé de Souza • CEP: 41.820-000 Telefone: (71) 3202-9600

Copyright © 2015. SEDUR - Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo. Todos os direitos reservados.